Últimas Notícias

Saúde da Próstata

O que é próstata?

A próstata é uma glândula que se localiza na pelve masculina entre a uretra e a bexiga. Possui como função fabricar o sêmen junto com as vesículas seminais, que protegem, nutrem e auxiliam na movimentação dos espermatozoides produzidos nos testículos.
Suas principais patologias são a hiperplasia benigna e o câncer. Essa condição aparece mais comumente após os 60 anos de idade.

Hiperplasia Prostática Benigna

A alteração mais frequente que ocorre na próstata é o aumento de seu tamanho, também chamada de Hiperplasia Prostática Benigna. Essa condição aparece mais comumente após os 60 anos de idade.
Seus principais sintomas são a dificuldade e/ou o aumento da frequência urinária. Pode evoluir até a retenção urinária, ou seja, o paciente não consegue urinar. Existem diversas formas de tratamento, desde medicamentos que facilitam o fluxo de urina, ou diminuem o volume prostático, até terapia cirúrgica.

Câncer de Próstata

O câncer de próstata é uma doença bastante prevalente no mundo e em seus estágios iniciais não costuma apresentar sintomas. No Brasil, esse tipo de câncer é a segunda causa de morte por câncer. Mas a taxa de mortalidade da doença está em queda graças ao diagnóstico precoce. E a realização de exames periódicos é o melhor método preventivo e deve iniciar entre 40 e 45 anos de idade por meio de exames como PSA, toque retal e ultrassonografia da próstata. Nesse estágio, o tratamento apresenta grande possibilidade de cura.

Fatores de risco

  • Histórico familiar: o componente hereditário é o mais importante. Se algum homem da família já teve câncer de próstata, a chance de desenvolver a doença é maior.
  • Idade: o risco de desenvolver a doença aumenta com a idade.
  • Cor de pele: afrodescendentes têm mais casos deste tipo de câncer.
  • Obesidade: homens com sobrepeso ou obesos, além daqueles que fazem abuso de álcool e tabaco, tem mais chance de contrair a doença.

Diagnóstico

A suspeita diagnóstica se inicia pelos exames:
  • toque retal;
  • dosagem sanguínea do PSA total e do PSA livre e
  • ultrassonografia de próstata.
Importante: 
  • Exame complementar ao diagnóstico: biópsia de próstata.
  • Resultados de PSA e toque retal alterados são relativamente comuns, mas podem gerar muita angústia, apesar de não serem suficientes para estabelecer o diagnóstico de câncer de próstata. 
  • Para confirmá-lo é indispensável dar prosseguimento a uma avaliação médica detalhada e criteriosa.

Aposte na prevenção

  • Médicos recomendam a realização do toque retal e da dosagem do PSA uma vez por ano a todos os homens acima de 45 anos;
  • Para homens com histórico familiar de câncer de próstata (pai ou irmão) antes dos 60 anos de idade, os especialistas recomendam os exames anualmente a partir dos 40 anos;
  • Optar por uma alimentação balanceada rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco de câncer e de outras doenças crônicas não transmissíveis;
  • Hábitos saudáveis também são recomendados para combater a doença, como manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool, não fumar e evitar o sedentarismo, praticando exercícios físicos regularmente.